TRATAMENTO

INTRODUÇÃO

Você provavelmente está lendo esta nota porque seu dentista ou endodontista lhe informou que necessita de um tratamento endodôntico. Cada ano mais de 10 milhões de dentes recebem tratamento endodôntico no País. Esse tipo de tratamento assegura que você terá seus dentes naturais como uma fundação saudável  para mastigação por longos anos.  O tratamento endodôntico, é  também conhecido como “tratamento de canal”. Esta nota tirará suas dúvidas e explicará como hoje em dia o tratamento endodôntico salva o dente. Se você quiser saber ainda mais, mande um email para Eudes@endo.odo.br.

O QUE É TRATAMENTO ENDODÔNTICO ?

“Endo” é a palavra grega para “dentro” e “odont”  é a palavra grega para “dente”, portanto tratamento endodôntico trata a parte de dentro do dente. Para compreendermos o tratamento endodôntico, é melhor compreendermos um pouco de anatomia dental. Dentro do dente, debaixo do esmalte branco, existe uma camada dura chamada dentina, debaixo dela existe um tecido mole chamado polpa. A polpa contém vasos sanguíneos, nervos e teciso conjuntivo. Ela é responsável pela criação dos tecidos duros do dente durante o seu desenvolvimento. A polpa estende-se da coroa do dente à ponta das raízes, onde se conecta os tecidos que envolvem a raiz.A polpa é importanet durante o crescimento e desenvolvimento do dente. No entanto, quando um dente está  completamente amadurecido, ele pode sobreviver sem a polpa, porque o dente é nutrido pelos tecidos em volta dela.

O tratamento de canal é necessário quando a polpa, o tecido conjuntivo do interior do dente (conhecido como “nervo”) torna-se infectado. A infecção ou inflamação ocorre por diversos motivos, entre eles, cáries profundas, procedimentos dentais repetitivos, trincas, traumas dentais diversos. Se a inflamação ou infecção não forem tratadas adequadamente podem causar desconforto, dor ou abcessos. O procedimento consiste na remoção deste tecido, limpesa, desinfecção e instrumentação do interior dos canais, e seu porterior preenchimento com material termo-plástico. É extremamente importante que após a obturação do canal, o dente seja restaurado adequadamente, evitando nova contaminação, infiltração ou fratura do remanescente.

QUEM FAZ O TRATAMENTO ENDODÔNTICO ?

Todo dentista, inclusive seu clínico geral, recebe treinamento endodôntico na faculdade. Clínicos gerais, além dos outros serviços dentários, podem fazer tratamento de canal, porém muitas vezes referem seus paciente para endodontistas. Endodontsitas são dentistas com treinamento especializado na área de endodontia. Para serem especialistas eles completam o curso normal  de odonto e dois ou mais anos de treinamento avançado em endodontia. Eles fazem tratamento endodônticos rotineiros como também tratamentos altamente complexos, incluindo cirurgia parendodôntica. Endodontistas também tem experiência em achar a causa de dor oral e facial de difícil diagnóstico..